Participamos en las marchas 25N en Angola

A violência contra as mulheres e meninas em Angola, é um problema social grave. O seu combate por via das leis vigentes ainda é deficitário. Contra o corpo das mulheres e meninas são praticados vários tipos de violência, o feminicídio e as agressões sexuais.

Um exemplo recente e hediondo, é o caso da jovem Charlene de 29 anos e a sua irmã . Ela, uma jovem grávida, foi assassinada na sua própria casa e a irmã abusada sexualmente no mesmo local, na província do Zaíre, cidade de Mbanza Congo. Igualmente, o crime de abuso sexual cometido contra meninas na província de Benguela, como foi o caso de Lurdes Manico 19 anos, abusada sexualmente até a morte pelo padrasto.

Além destes crimes, muitos outros são cometidos contra as mulheres e meninas em espaços públicos, por parte de pessoas singulares quando as assediam, de funcionários públicos. 

Por todo ello estaremos mañana compartiendo la Marcha por el fin de la violencia contra las mujeres y las niñas en Angola. ❤️ 

25 N #DiaContralaViolenciadeGenero

MARCHA PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES E MENINAS EM ANGOLA

DIA 25 DE NOVEMBRO, A PARTIR DAS 9H00, DO CEMITÉRIO DA SANTA ANA AO LARGO DAS HEROÍNAS.